Sala de Vídeo #12 – 13 Reasons Why

Olá, moradores! Sejam bem-vindos a mais um Sala de Vídeo!

PorteiroMylla e Hilario conversam (com leves spoilers) sobre Os 13 Porquês (13 Reasons Why), da Netflix.

Falamos não só da série, do que gostamos ou não nela, mas também das nossas vidas, histórias com bullying e preconceito.

Reflita com a gente sobre como o mundo precisa de mais empatia. Pegue a sua fita e dê o play!

Feedbacks, xingamentos e fitas: saladevideo@vilacast.com.br


Assine separadamente a Sala de Vídeo

http://vilacast.com.br/index.php/category/sala-de-video/feed/


Redes Sociais


Grupo e canal no Telegram:


Mencionado no cast:

Artigo sobre lado negativo da série

Centro de Valorização da Vida

Playlist do Sala no Spotify

 

  • Guilherme

    Adorei programa e quero dizer que me identifiquei e muito com certos comentário realizados nele. Posso dizer que em minha época eu tb não ligava muito com fator zueira pois dava o troco, claro que em quase todos os casos surtia efeito, kkk Achei tb que o Tony Manero estava sobrando kkk. Com a velocidade da internet e redes sociais o bullyng toma proporções onde pode-se perder o controle do que aparentemente pode ser uma "brincadeira", por esse fato devemos tratar com atenção o conteúdo absorvido em certas midias sociais, por ser um instrumento influenciador de massa pode tornar cruel a forma que elaboram uma mera brincadeira. Já sofri trotes e me calei pois me achava melhor que aquilo e hoje as pessoas que mais eram as "populares" estão em niveis inferiores ou esquecidos por ai. Devemos tratar todos como gostariamos de ser tratados sempre pois o mudo gira e a seta pode apontar para você a qualquer momento. Grande abraço a todos da Vila.

    • Mylla Fox

      Com certeza a internet tem que ser usada com muita sabedoria e cuidado…Às vezes a gente não percebe o poder que tem nas mãos.

  • Carlos A Oliveira

    Excelente cast. A série é sem dúvida uma das grandes surpresas do ano, trabalha com um tema tenso porém muito real. Acho que a validade dela vai além dos bullyng e discute também a nossa relação com as dificuldades, como bem disse a Mylla às vezes não damos a real importância ao sofrimento alheio.
    Tenho que ser contrário a um ponto dito no cast, sobre a escola passar esse tipo de programa. Não é um caminho tão fácil, pensem que já está rolando uma discussão paralela de que está série pode incentivar o suicídio entre os adolescentes, se uma escola passar e isso acontecer, a escola pode ser considerada responsável. O mais contundente, para mim, que sou educador seria a escola recomendar aos pais que assistam primeiro e depois com seus filhos (ou não) e que fermentem essa discussão no sentido casa / escola, daí a escola tem que abraçar o tema é direcionar a discussão com responsabilidade compartilhada.
    Para concluir tenho 41 anos e sou pai de um futuro adolescente e essa série é para mim também é para todos quer sejam ou serão ou não serão pais, o bullyng é algo real, nos anos 80 e 90 encaravamos de outra forma, mas não deixava de ser algo violento, a discussão tem que perpassar o universo da TV e atingir outras esferas senão o risco de se tornar passageiro será real e imediato.

    • Mylla Fox

      Excelente e completo ponto de vista, como sempre Carlos! Te dou total razão! Acho que refletir no nosso papel nessas situações é essencial.

  • Pingback: VilaCast - Reunião de condomínio #02 - Especial 100 Casts!()